O “MEU” TREM COR DE ROSA :P




“Confessar
Sem medo de mentir
Que em você
Encontrei inspiração
Para escrever...
Você é pessoa que nem eu
Que sente amor
Mas não sabe muito bem
Como vai dizer...
Te dou o meu coração
Queria dar o mundo
Luar do meu sertão
Seguindo no trem azul...
Toda vez que for assoviar
A cor do trem
É da cor que alguém fizer
E você sonhar...
Não faz mal
Não ser compositor
Se o amor valeu
Eu empresto um verso meu
Prá você dizer...
Só me dará prazer
Se viajar contigo
Até nascer o sol
Seguindo no trem azul...
Te dou o meu coração
Queria dar o mundo
Luar do meu sertão
Seguindo no trem azul...
Vai lembrar
De um cara como eu
Que sente amor
Mas não sabe muito bem
Como vai dizer...
Só me dará prazer
Se viajar contigo
Até nascer o sol
Seguindo no trem azul
Uh! Uh! Uh!...
Te dou o meu coração
Queria dar o mundo
Luar do meu sertão
Seguindo no trem azul
Seguindo no trem azul...”
Seguindo no Trem Azul (Roupa Nova)

Era uma vez uma menininha de 14 anos que havia deixado as bonecas não fazia 1 ano,trocou pelos romances de banca,trocou pelo príncipe encantado dos livros(aliás,foi assim que ela foi se encantando pela leitura),que sorria por tudo e por nada,que não tinha papas na língua e que fez de tudo pra mudar de escola só pra seguir a melhor amiga.Na escola nova tinha um menininho (não tão menininho, por que era mais velho que ela) que lhe paquerava..logo ela, que não sabia o que era isso. O menininho tinha um violão e sempre tocava o Trem Azul pra ela por que sabia que ela adorava...mas na escola também havia uma outra coleguinha que queria o menininho e fazia cara feia,por que ele não preferia ela. A menininha preferia que eles fossem amigos,ao que ele proferia o versinho: “Se entre duas pedras pode nascer uma flor,por que entre dois amigos não pode nascer o amor?” kkkkkkkkk A menininha ria e dizia não querer magoar a coleguinha...mas acho que na verdade acho que ela gostava mais da paquera que do menininho kkkkkkkk Se eles ficaram juntos??? Nãoooooooooooooo, não foi desta vez kkkkk ;) Hey pessoas essa não é uma história de amor...apenas de descobertas...a menininha estava crescendo e se dava conta que era notada e que gestos românticos aconteciam fora das páginas dos livros que ela devorava e adorava ...

Lembrei disso hoje..engraçado né? Como a memória vai longeeeeeeeeeeeee ao escutar uma música,sentir um perfume,ver uma imagem...O Trem Azul me levou a essa época e pude rever aquela menininha de outros tempos...abracei...senti seu cheirinho e meu coração se encheu de ternura...ela ainda mora aqui bem dentro de mim, escondidinha,ainda ama os heróis dos livros,ainda sorri como boba e chora vendo um filme ou ouvindo uma música...ela ainda sonha..é,ela ainda sonha..e como sonha!

E você o que lembrou hoje??? Conta pra mim, vai? Que gosto tinha?Que cheiro? Qual a sensação? Lembrar momentos assim é bom demais, né?


Cheiros na alma!

Vivi Oliveira (A menininha kkkkk ;)

5 comentários:

Patricia Daltro disse...

Menina, tem tanta coisa que me faz lembrar... Pode ser uma música, uma frase, um lugar, cheiro... Facilmente me transporto ao passado... rs

Maite Guadagnoli disse...

Ola Vivi, que linda historinha e de fundo essa musica, uma delicia, essa musica me lembra mta coisa boa e adorooo, saudades e bjoss

Flavinha disse...

Recordar é bom demais!
Várias coisas me fazem voltar ao passado... Principalmente músicas.
Engraçado como parece haver uma música para cada situação da nossa vida, né?

P.s => Adoro Trem Azul

Um xero!

Douglas disse...

O legal é que muitas vezes acontece algo que nos faz lembrar de algo que não ter esquecido. coincidencia? nunca

Elis (Coisas de Lily) disse...

Amo essa música!
Sabe, tudo me tráz lembranças... mas sabe o cheiro do lápis com borracha numa das pontas? É o cheiro que me remete ao meu primeiro dia de aula, quando eu tinha 6 aninhos. Toda vez que sinto esse cheirinho, me lembro e consigo me ver indo pra escola. Fico nostalgica...
:*