E aí moço???




Hoje acordei com uma música na cabeça (uma que por sinal, gosto muito.)Hum...não sei por que,talvez por ser a semana da Páscoa ou apenas talvez por andar muito reflexiva ultimamente.Calma,esse não um daqueles posts que subestima sua capacidade de fazer escolhas e fica pregando pra você (por que cá entre nós,também odeio)é apenas por estar meio perdida no andar da carruagem desse mundo louco,em que as maldades se pronunciam tão descaradamente,estão aí para serem copiadas e servirem de exemplo (mau exemplo),é também por acreditar que muito do que rola mundo afora é por ganância desmedida e falta de amor no coração ( seja qual for a religião que você professe ou no que você acredite). Só uma explanação rapidinha por que o mais ZÉ Ramalho vai falar por mim e tenho certeza que vocês vão entender o sentimento do dia. Se possível ouçam a música também,é muito bonita ;)

Cidadão

Tá vendo aquele edifício moço
Ajudei a levantar
Foi um tempo de aflição
Eram quatro condução
Duas prá ir, duas prá voltar
Hoje depois dele pronto
Olho prá cima e fico tonto
Mas me vem um cidadão
E me diz desconfiado
"Tu tá aí admirado?
Ou tá querendo roubar?"
Meu domingo tá perdido
Vou prá casa entristecido
Dá vontade de beber
E prá aumentar meu tédio
Eu nem posso olhar pro prédio
Que eu ajudei a fazer...

Tá vendo aquele colégio moço
Eu também trabalhei lá
Lá eu quase me arrebento
Fiz a massa, pus cimento
Ajudei a rebocar
Minha filha inocente
Vem prá mim toda contente
"Pai vou me matricular"
Mas me diz um cidadão:
"Criança de pé no chão
Aqui não pode estudar"
Essa dor doeu mais forte
Por que é que eu deixei o norte
Eu me pus a me dizer
Lá a seca castigava
Mas o pouco que eu plantava
Tinha direito a comer...

Tá vendo aquela igreja moço
Onde o padre diz amém
Pus o sino e o badalo
Enchi minha mão de calo
Lá eu trabalhei também
Lá foi que valeu a pena
Tem quermesse, tem novena
E o padre me deixa entrar
Foi lá que Cristo me disse:
"Rapaz deixe de tolice
Não se deixe amedrontar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asa
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asas
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar"

Hié! Hié! Hié! Hié!
Hié! Oh! Oh! Oh!

ZÉ Ramalho

Aqui dois links um pra você ouvir a música e outra pra você baixar se assim o desejar. Boa Páscoa!

http://www.youtube.com/watch?v=TJjgy2W_oP0
http://www.4shared.com/get/-jfPELft/Z_Ramalho_-_Cidado.html

Cheirinhos!

Vivi Oliveira

1 comentários:

Cintia Branco disse...

Vivi,

Adoro essa música do Zé Geraldo, diz muita coisa sobre nossos dias. Vim agradecer sua visita e que bom que a lubrificação serviu para te fazer rir.
Grandes beijos e ótima Páscoa!